Ter

17

de

Agosto

Preso em Curitiba um dos maiores traficantes do País

COMPARTILHE:
Digg
 

Preso em Curitiba um dos maiores traficantes do País

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba, em apoio ao Departamento Estadual de Narcóticos de São Paulo, prenderam, na manhã desta terça-feira (03), Charles Robert Dezero, 33 anos. O detido é considerado pela polícia paulista um dos maiores traficantes brasileiros, responsável por movimentar mais de meia tonelada de cocaína todos os meses. Segundo a polícia, o suspeito estava escondido há cerca de um ano num apartamento de luxo no Bigorrilho, em Curitiba. Com ele, a polícia apreendeu veículos, avaliados em R$ 600 mil - um Land Rover, um Mini Cooper, um Toyota Rave 4 e uma moto Harley Davidson. “Recebemos pedido de ajuda da polícia paulista e descobrimos onde ele morava. Com certeza, era daqui de Curitiba que ele comandava a venda e distribuição de grandes quantidades de cocaína em todo o País”, explicou o delegado Luiz Carlos Oliveira, titular da DFR. CARTÉIS – Pelas informações da polícia paulista, Dezero tem ligações com traficantes de cartéis na Colômbia e na Bolívia e fugiu, há um ano, do cerco da Denarc, em São Paulo, que resultou em tiroteio e na prisão de parte de sua quadrilha. Para o delegado Ferreira Neto, titular da 3.ª delegacia da Divisão de Inteligência do Denarc paulista, o traficante atuava em todo País e morava em Curitiba, para despistar a polícia. Pelo menos uma vez por mês, ele ia para São Paulo com objetivo de coordenar as ações do grupo. “Dezero faz parte de quadrilha muito bem articulada, que estamos conseguindo desmontar. Aqui, ele era apenas um comerciante e não despertava suspeita em ninguém. Felizmente conseguimos localizá-lo e prendê-lo sem dar um tiro”. O delegado afirmou que a ajuda e o apoio logístico da DFR foram fundamentais para o sucesso do trabalho. No final da tarde, parte da equipe de policiais escoltou o preso, que foi levado para São Paulo em um avião do governo paulista. Os veículos foram levados para o estado vizinho conduzidos pelos outros policiais.


blog comments powered by Disqus