Qua

18

de

Agosto

Governo do Paraná:13º salário dos servidores do Estado será pago sexta-feira

COMPARTILHE:
Digg
 

O governo do Paraná paga na sexta-feira (15) o 13º salário para os 229,2 mil servidores ativos e inativos do Estado. A autorização foi feita pelo governador Roberto Requião logo ao retornar da missão comercial que liderou na França. Este é o quarto ano em que o governo estadual antecipa o pagamento, tradicionalmente pago no dia 20 de dezembro. A folha de pagamento do 13º dos servidores estaduais vai chegar perto de R$ 460 milhões. Isso representa 13% dos R$ 3,5 bilhões que serão injetados na economia paranaense, por conta do 13º dos trabalhadores de todo o estado, de acordo com levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). Salário de dezembro - O secretário da Fazenda, Heron Arzua, explica que o governo do Paraná está com o dinheiro em caixa e que as contas estão de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Arzua informa ainda que o salário do mês de dezembro será pago no dia 28 deste mês. Segundo o secretário, o pagamento do salário do mês de dezembro no período normal é uma solicitação do próprio servidor. “Com a antecipação do salário de dezembro, o servidor ficava sem dinheiro em janeiro para pagamento de compromissos importantes, como os impostos”, diz Arzua. “O Estado percebeu que para o próprio funcionário não foi bom antecipar o pagamento”, afirma. Fôlego financeiro - A secretária da Administração e da Previdência, Maria Marta Lunardon, destaca o fato de o Estado – ao contrário de prefeituras e outras unidades da federação – mais uma vez apresentar condições orçamentárias e financeiras de pagar o 13º do salário dos servidores em dia, integralmente. “Isso ocorre mesmo com o acréscimo nas despesas com pessoal, decorrente dos reajustes salariais que implementamos a algumas categorias e dos ingressos por concurso público”, salienta Maria Marta. Na avaliação dela, o fôlego financeiro é resultado do trabalho de acompanhamento da evolução das receitas e das despesas do Estado, do rigor com os gastos, por parte dos técnicos da Administração, Fazenda e Planejamento. “É um monitoramento cotidiano, minucioso.” Estatais - De acordo com as secretarias da Fazenda e da Administração, na previsão do pagamento do 13º salário do funcionalismo não estão contabilizados a inclusão dos trabalhadores de estatais e de outras instituições do Poder Executivo que têm faturamento próprio, como Copel, Sanepar e Porto de Paranaguá. Essas instituições têm políticas salariais e cronograma próprios.(AEN)


blog comments powered by Disqus